Origem da palavra relacionamento.
A palavra relacionamento vem da raiz relação, que vem do latim relatio. Em latim, relatio significa o ato de relatar ou narrar alguma situação, ou de trazer alguma coisa de volta.
A palavra relatio vem da raiz relatus, que é uma forma do verbo refero. Refero pode ter vários significados, porém refero tem o sentido de trazer alguma coisa de volta (a um lugar, a uma pessoa ou à memória).
Refero vem da junção do prefixo re- com o verbo fero. O prefixo re- indica repetição de alguma coisa. A palavra fero significa levar, trazer, carregar ou dar. Também pode ser usado com o sentido de suportar alguma situação ou expor alguma coisa a um grupo de pessoas. Assim, refero significa literalmente “voltar a levar” ou “trazer outra vez”.
Com o tempo, o significado da palavra relação mudou para a ligação entre duas coisas ou pessoas. A palavra relacionamento surgiu para descrever o ato de se relacionar com outra pessoa.
Então, o que é se relacionar?
Vamos pensar, sobre algumas palavras contidas na etimologia da palavra: relacionamento. Repetir, só temos essa ação quando é agradável, o que vamos fazer novamente. Levar, só levamos aquilo que é importante ou de alguma forma nos traz benefícios. Relatar ou narrar consisti em contar algo para alguém, será que estamos tendo essa ação de forma em via de mão única, estamos nos colocando à disposição do outro para também ouvirmos seus relatos? Ao trazer as pessoas para perto, qual a efetiva intenção? Para mim qual o sentido do carregar, tem sentido de prazer, ajuda ou fardo? Ao dar-me o faço com efetiva decisão e não por condicionalidade? Suportar é sinônimo de dar suporte, ao realizar tal ação, o faço com sentido de “não tem outra forma, é melhor assim?!”
Nossa, relacionar-se requer tantas reflexões?
Bem, se temos como propósito ao nos relacionarmos (seja, qual for o âmbito) faze-lo de maneira agradável e de qualidade, será necessário em primeiro instante ser uma decisão, pois quando nos decidimos a algo as chances de desistirmos ao longo do percurso são quase nulas, então ao decidirmos nos relacionar: Sim; algumas reflexões serão necessárias.
Namorar é…
A palavra namorar vem de enamorar, que vem da expressão Espanhola estar en amor, que acabou formando o verbo enamorar, que originou o nosso namoro. Enamorar é um verbo que diz respeito, de acordo com o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, ao fato de suscitar/provocar em alguém a paixão e a chama do amor, encantar ou encantar-se por algo ou alguém.
O enamorar/namorar é um estado emocional em que sentimos alegria e satisfação por encontrarmos alguém que seja capaz de nos compreender e de partilhar a sua vida conosco, e que nos possamos fazer as mesmas ações em relação a ela, fazendo assim uma parceria. Para a bioquímica, trata-se de um processo que começa no córtex cerebral, passando depois para o sistema endócrino e que se converte em respostas fisiológicas. Ao conhecer alguém por quem se sente atraída, a pessoa experimenta algumas alterações químicas e psicológicas. O amor (principalmente no começo) suprido fundamentalmente da bioquímica, aonde a feniletilamina (conhecido como “hormônio da paixão”) obriga a dopamina (neurotransmissor do humor, comportamento e cognição, dentre outros) ou a noradrenalina, também chamada de norepinefrina (influencia o humor,) a segregar, causando euforia natural sempre que a pessoa está próxima.
Namorar e relacionar são…?
Se formos traçar um paralelo com as duas ações, podemos dizer que é um período de experiência para um passo mais sério no relacionamento? Vamos pensar!
Se entendermos o significado, e desenvolvermos o sentido do relacionarmos, poderemos construir relacionamentos mais saudáveis e com melhor qualidade, pois estaremos agindo com o outro da mesma forma que gostaríamos que agissem conosco. Atrelado a isso entenderíamos que, somos livres para agir e não podemos/devemos nos tolher dessa liberdade por ninguém ou por nada. Agindo assim, estaremos livres e deixaremos o outro livre, e o relacionamento a cada dia será permeado de parceria e cumplicidade.
Feliz dia dos namorados!
Isabel Lucas
Psicóloga Clinica
Especialista em Medicina Comportamental
Fontes: https://www.dicio.com.br/enamorar, http://conceito.de/enamoramento , https://www.dicionarioetimologico.com.br/
Comentários do Facebook
Postado em , Blog, Reflexão e marcada , , , , , , . .

Deixe um comentário

Site de Psicologia
%d blogueiros gostam disto: