Certamente você já disse um “sim” para evitar constrangimentos, para não entrar em conflito, para não magoar, para evitar comportamentos indesejados. E se você tem filhos isso talvez possa ter acontecido com mais frequência do que você desejava, não é mesmo?!

Aprendemos culturalmente que é sempre melhor dizer sim e devemos fazer isso sempre que possível. Assim, como também gostamos de sempre receber um sim ou invés do não. E então, seguimos vivendo desta forma, até nos depararmos com situações complicadas, como os cuidados e a educação das crianças.

Muitas vezes não paramos para pensar a importância desta pequena palavra que é vista de forma tão ruim, a palavra NÃO. E quando notamos, o momento correto de dizê-la já se passou e os efeitos dela no presente já não serão mais tão eficazes.

Por isso, mostra-se necessária a compreensão de que dizer não é fundamental. Pois, quando dizemos NÃO para uma criança estamos ensinando-a  lidar com as frustrações; estamos ensinando que nem tudo é do jeito que ela deseja; estamos mostrando que há uma variação de respostas; estamos fazendo com que ela seja criativa e contorne a situação indesejada da melhor forma possível. E desta maneira é possível proporcionar mais segurança a criança, tanto a segurança que ela terá nos pais, quanto à segurança nela própria.

Dizer não também é uma questão de amor e carinho. Dizer não na medida certa, sem faltas e excesso, olhando nos olhos, de forma firme, e sem arrogâncias ou gritarias é essencial para o bom desenvolvimento infantil.

Nathália Almeida Togneri

CRP 16/4831

Psicóloga com especialização em saúde pública.

Colunista Inovamente

Tel .: (28) 98806-5673

E-mail: psicologanathaliatogneri@gmail.com

www.facebook.com/psicologanathaliatogneri

Comentários do Facebook
Postado em , Blog, Educação Infantil, Psicologia, Reflexão e marcada , . .

Deixe um comentário

Site de Psicologia
%d blogueiros gostam disto: