Hoje resolvi compartilhar com vocês um texto que vai ao encontro do que penso a respeito do TDAH. A maioria das pessoas só consegue enxergar o Transtorno como um grande problema. E sim, ele pode se tornar um sério obstáculo para a vida de quem tem que conviver com ele. E normalmente se torna um problema se não há um acompanhamento correto. Mas por incrível que pareça, o TDAH dentre várias características negativas tem o seu lado bom.

São várias características que podem fazer com que a pessoa tenha uma posição de destaque se elas forem bem aproveitadas, bem trabalhadas.

Então vamos à essas características!? Devido a grande dificuldade que a pessoa com o transtorno tem em manter a atenção ou se manter quieto por muito tempo ela acaba criando estratégias próprias para o seu aprendizado. Então, com isso, ela tende a ser mais flexível, persistente e adaptável porque entende que pode errar várias vezes até conseguir acertar.

O hiperfoco faz com que a pessoa fique concentrada em apenas uma coisa por mais tempo que as outras pessoas, mas deve ser algo que lhe traga prazer. Por isso o sujeito com TDAH tem a tendência a se dedicar com mais afinco a tarefas que sejam prazerosas. E isso é um ponto positivo quando formos levar para o aprendizado de algo que lhe traga bem estar e no campo profissional, já na fase adulta.

A pessoa com TDAH pode ser mais criativa porque vai encontrar maneiras fora do habitual para aprender o que precisa. A pessoa com TDAH também acaba desenvolvendo seu senso de humor porque se cobra menos do que os outros se cobram. O que vai levando-o a ser mais espontâneo também.

Ela pode assumir riscos com mais facilidade, ou seja, ser mais ousada. O que pode levá-lo a lugares além do que a maioria das pessoas é capaz de conseguir ir. Mas esse é um ponto que também precisa ser acompanhado de perto. Pois assumir riscos o tempo todo, sem levar em consideração as consequências negativas pode se tornar um grande inconveniente na vida de qualquer pessoa

Eu tenho certeza que se observarmos melhor vamos encontrar outras características positivas em quem tem o TDAH. Essas são apenas algumas delas.

O texto de hoje teve o objetivo de levar a gente a pensar de forma positiva. Eu sei que, muitas vezes, é difícil. Mas não custa tentar. E no final, nos fará muito bem! 

Texto elaborado pela:

Psicóloga e Psicopedagoga Cristiane Braga

Contatos: WhatsApp: (21) 96416-7701

https://www.facebook.com./derepentecrescipsi/ 

https://www.facebook.com/psicologacristianebraga/ 

Instagram: https://www.instagram.com/psicologacrisbraga/

Postado em , Avaliação Neuropsicológica, Blog, TDAH e marcada , , . .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*


Site de Psicologia